System.Collections.Generic.List`1[Site.ViewModels.BannerTopoViewModel]

Notícias

Nepomuceno: mercado de jogadores, calendário, superintendente de futebol e Gustavo Blanco

Por Redação , 19/06/2017 às 20:43
atualizado em: 19/06/2017 às 21:21

Texto:

Foto: Bruno Cantini/Atlético
Bruno Cantini/Atlético

Pouco antes de apresentar o volante Roger Bernardo, na tarde desta segunda-feira, o presidente do Atlético, Daniel Nepomuceno, falou sobre questões que muito interessam ao torcedor: contratações e saídas de jogadores. Mas não só. Ele explicou a escolha de André Figueiredo como superintendente de futebol, e propôs mudanças no calendário, como a disputa do principal torneio nacional somente aos fins de semana.

Os dirigentes lutam por isso?

Eu gosto de discutir o calendário, mas não tem essa unidade para ter a periodicidade de fazer a mudança. Eu sou a favor de que o clube tinha que vender o jogo, a data dele. Eu sempre brinco: por que estou fechando um campeonado de daqui a dez anos, sendo que a minha vontade é disputar a Champions League daqui a dois? Eu acho que o Campeonato Brasileiro tinha que reduzir o número de jogos, ser o ano interiro, só final de semana, e meio de semana Copa do Brasil e Libertadores, com, no máximo, dois jogos no meio de semana por mês. O problema do calendário é quando você tem que disputar dois jogos da Libertadores e duas finais de campeonato regional num prazo de 15 dias.

Sobre a escolha de André Figueiredo para ser superintendente de futebol...

A figura do diretor de futebol talvez seja, no Brasil, a que você tem pouquíssimas pessoas. Essa função tem que ter 100% da confiança do presidente e, principalmente, de quem trabalha no dia a dia. Não é algo que você pode trazer alguém que está fazendo um bom trabalho em outro país e colocar aqui. A figura que a gente espera do André, e que não vai ser o substituto do Maluf, porque eu acho o Maluf insubstituível, é o dia a dia com o jogador, do vestiário, do treino.

Trazer reforços é um objetivo?

Quando acontecem resultados negativos, as pessoas querem sempre buscar a culpa, e eu acho não que é sempre que você vai correr atrás dos jogadores que você vai resolver falhas que estão acontecendo em alguns jogos. Toda vez que tem algum jogador interessante, que não vai trazer prejuízo para o grupo e que vai nos ajudar, eu vou contratar.

A gente está sempre querendo fortalecer. Que suba alguém da base, jogadores que são referência para a gente manter no clube e, como hoje, apresentar alguém numa posição que possa ficar carente no futuro. Fazer essa promessa [de contratar] é coisa que eu nunca fiz, mas sempre apresentei jogadores em um nível alto.

Há propostas para jogadores atleticanos?

Sempre tem. Quando a proposta é boa financeiramente, ninguém consegue segurar. Infelizmente, no futebol brasileiro você precisa vender para pagar as contas, e a nossa meta é sempre essa, de fabricar novos talentos ou trazer jogadores que estejam menos valorizados, vestir a nossa camisa, aproveitar nossa estrutura, ele se valorizar e a gente conseguir caixa. O grande problema é quando você não planeja. Quando eu recusei a proposta pelo Pratto, muita gente criticou, mas naquele momento não tinha peça para substituir. Tem o lado do atleta também. Como você chega para um atleta que tem uma proposta milionária e fala com ele que não pode?

A negociação pelo volante Gustavo Blanco, que está no América, estagnou?

É um jogador muito bom, um jogador que a gente avalia há um bom tempo. Eu não conversei com o empresário dele, com o jogador e com o próprio pai [de Blanco]. A minha relação com o América é excelente, mas não tem nem que dizer que acabou, nem dizer que nunca teve.

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Atacante Marion não joga mais no @americamg. Jogador pediu rescisão amigável. (Por @emersonromano) https://t.co/G44Z60mJrT

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Elias admite atuações irregulares, mas critica análises baseadas em números: https://t.co/jwd6p8y8kX https://t.co/ECIrPGr73d

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Paulinho não é patinho feio Volante tem muitas ressalvas na Espanha, mas pode dar certo no Barcelona. Confira na coluna de Léo Figueiredo:

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Governo não abre mão de idade mínima e transição na Previdência, diz secretário: http://bit.ly/2uMJ5t7

    Acessar Link